Mais uma alegoria Hindu

Segue tema da reunião de hoje, quarta-feira dia 03/02/2016:

Mais uma alegoria Hindu

olhos

Era uma vez um inocente cachorrinho que estava cochilando ao lado de uma bengala. 

Um padre passou por ele e, sem nenhuma razão, bateu em sua cabeça com a bengala. O pobre animal, sangrando e chocado, arrastou-se até o tribunal de justiça para reclamar com o rei. 

Quando o Rei Rama veio ao tribunal, o cachorro disse: “Meu Senhor, hoje, enquanto eu descansava ao lado da estrada, um padre bateu em minha cabeça sem nenhum motivo. É sabido que a justiça impera em seu reino. Assim sendo, por favor, castigue o padre pelo que ele me fez.”

Com grande compaixão e respeito pelo que o cachorro havia dito, Rama enviou mensageiros para buscar o padre. O padre entrou no tribunal e admitiu seu crime. Rama perguntou para o cachorro qual castigo ele achava justo e o cachorro respondeu: “Faça com que ele seja o sumo sacerdote de um grande monastério. Este é um castigo apropriado.”

Todos ficaram surpresos com a sugestão do cachorro, e Rama pediu-lhe para explicar. O cachorro disse: “Meu Senhor, em minha vida passada, eu fui sumo sacerdote de um grande monastério. Aquele poder me corrompeu. Eu enganei pessoas honradas e abusei de meus poderes.

Por causa disso, eu renasci como cachorro. Se você fizer deste homem um sumo sacerdote, seguramente ele fará o que eu fiz e renascerá como um cachorro. Então, outra pessoa baterá em sua cabeça. Não é uma punição justa?”

Ouvindo as palavras do cachorro, todos riram. O padre implorou perdão. O cachorro e Rama o perdoaram e Rama curou o cachorro. 

Esta experiência abriu seus corações e ambos entraram no Reino dos Céus.

– COMENTÁRIO: Sabedoria não é propriedade exclusiva dos seres humanos. Nós somos apenas uma entre as incontáveis formas de vida inteligente. Quando as pessoas ganham poder e posição na vida, a representação dos papéis sociais faz com que elas freqüentemente percam o contato com sua essência. Elas vivem confusas e nervosas. Os animais e plantas são mais próximos de sua essência e a simplicidade de sua inocente alegria faz deles grandes professores.


(Trecho do Livro “Além do Que Se Vê”)



* Responsabilidade escrita, revisão, edição – Discípulo Elias

* Digitação, revisão – Patricia Kelly Hasselmann


Fraternalmente,

Grupo Fraternidade EMC.

Trabalhando Por uma Humanidade Mais Feliz!

Esta entrada foi publicada em Cabala, Palestras, Pesquisas e Estudos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta