A Vitalidade do Universo eleva à consciência divina

Caros leitores, 


Na reunião de hoje, quarta-feira dia 27/12/2017, apresentamos o tema que segue:

planeta terra magia azul celeste


A Vitalidade do Universo eleva à consciência divina 



“A mente normalmente é como um pântano, um atoleiro de ideias conflitantes, durante uma situação estressante, uma pessoa pode se esforçar para se concentrar numa afirmação ou uma percepção que lhe dá vida, porém, se comporta como um cachorro brincalhão que lança no ar um saco cheio de papel, isto é a afirmação logo é expulsa da mente e o pensamento estressante que a pessoa estava tentando evitar volta a se apoderar dela, e assim a mente continua a ir para trás e para frente, até que a pessoa deseje sair do conflito. 

                                                                                                                       

Seu diálogo interno provavelmente seguirá essa linha: não quero me levantar, não quero tomar café da manhã, não quero fazer almoço, não quero ir ao trabalho, não quero encontrar com tal pessoa hoje, não quero fazer a limpeza, não quero fazer isso, isto e aquilo, e assim a ladainha de rejeição da vida continua ao longo do dia nas pessoas totalmente descontentes,         ou então, no lugar de reclamar mentalmente, o diálogo pode seguir a linha do eu não sinto como”, todos esses sentimentos vêm de impulsos egocêntricos que rejeitam tais atividades porque as percebem como aborrecedoras incômodas ou como fardos.

 

Outra possibilidade é você acordar e dizer ou sentir: é sábado, devo me apressar e me vestir para ir ao mercado, há coisas que quero comprar, devo comprar um pouco de morangos antes que sejam todos vendidos, devo ir às promoções para encontrar uma boa oferta, vou falar gentilmente com meu marido para que me dê algum dinheiro, espero ver ‘fulano’ quando for ao seu escritório”, quero agradar meu novo chefe, de maneira que trabalharei um pouco mais e me mostrarei alegre para ele. “espero que meu marido compre um carro novo, estou certa de que encontrarei um lugar para estacionar se eu permanecer positiva, espero receber um bônus”, todas essas ideias se originam dos impulsos egocêntricos de ligação: eu quero.

Você também pode encadear diversos sentimentos de ligação e rejeição, tais como espero que meus filhos durmam cedo para que eu possa relaxar, detesto que me chamem pedindo água e querendo que eu leia uma história quando estou tão cansada, mas devo ser uma boa mãe e passar um pouco de tempo com eles, espero que possa e devo ser uma boa mãe e passar um bom tempo com eles todos esses pensamentos conectam-se com a atração-ligação magnética. Essas são as coisas que quero para mim, esses pensamentos também surgem dos medos, medo de que peçam para fazer mais do que sente que pode fazer no momento, medo de falhar como mãe, o medo é um impulso que vem diretamente do ego, que exige que esteja à altura para ser aceitável aos seus olhos e dos outros, quando você está muito consciente de que não é!

Com o desenvolvimento da civilização, os impulsos magnéticos de ligação-rejeição se tornaram tão complicados e entrelaçados; que são difíceis de diferenciar e discernir. “Eu detesto, pedir água, querer que eu leia, estou tão cansada são todos sentimentos magnéticos de “rejeição – reação, uma vez que rejeitar e expulsar requer mais energia do que aceitar e unir, o conflito em seu interior acabará por fazê-lo sentir-se ainda mais desanimado cansado e culpado, incapaz de encontrar forças para fazer o que realmente quer e que no fundo desejaria fazer: passar mais tempo com seus filhos, ler um conto e mimá-los, isso daria a você uma sensação de satisfação e de bem-estar, pois em um nível ainda mais profundo, você sabe que estaria experimentando e expressando amor, enquanto todos os quero e não quero são uma capa que oculta o sentimento de amor. Quando você está em harmonia com os mais profundos recantos do ser e está experimentando e expressando “amor”,  você está realmente em paz e feliz.

Ao mesmo tempo, observe que nesse monólogo interior que está acontecendo continuamente nas mães cuidadosas, a pequena interjeição de eu devo passar um pouco mais de tempo com eles é uma revelação extraída diretamente da consciência – divina – vida, mas provavelmente você acreditará que é a sua consciência dizendo o que deve fazer”.

(Fonte: Cartas de Cristo)

Paz Profunda!

————————————————————————————


.’.


* Responsabilidade escrita, revisão, edição – Discípulo Elias

* Digitação, revisão – Patricia Kelly Hasselmann

 

Fraternalmente,

Grupo Fraternidade EMC.

Trabalhando por uma Humanidade mais Feliz!

 

Esta entrada foi publicada em Cabala, Pesquisas e Estudos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta